Património Geológico de Portugal

Inventário de geossítios de relevância nacional

Vale Furado

Categoria temática:Bacias terciárias da margem ocidental ibérica

Proponente(s):João Pais, Paulo Legoinha, Pedro Cunha

Contacto:jjp@fct.unl.pt, pal@fct.unl.pt, pcunha@dct.uc.pt,

Região:Centro

Município:Alcobaça Freguesia:Pataias

Área do Geossítio (aprox.):35000 m2

Coord. Geográficas:39.6847222,-9.0588889

Área de protecção:0 m2


Ver no Google Maps

Regime de propriedade:público

Regime de protecção ambiental:
Incluído noutros regimes de protecção- em actualização

Avaliação quantitativa do valor científico (0-100):57.5

Avaliação quantitativa da vulnerabilidade (100-400):250

Justificação do valor científico:
Nas arribas litorais entre as praias de Vale Furado e Paredes de Victória estão expostos depósitos atribuídos à Formação do Bom Sucesso. Assentam por discordância angular em calcários do Cretácico.
Estão representados dois conjuntos separados por superfície de descontinuidade. O inferior, constituído por conglomerados, arenitos e lutitos avermelhados, atinge 70m de espessura. O tecto das sequências corresponde a paleossolos carbonatados representados por níveis concrecionados. O conjunto está datado do Luteciano a Bartoniano inferior. Foram ali recolhidos fósseis de Iberosuchus macrodon (crocodilo), Paralophiodon cf. leptorhynchum (grupo dos tapires) para além de outros crocodilos, quelónios e pequenos mamíferos não identificados.
Os níveis superiores são conmstituídos por arenitos amarelos, geralmente grosseiros, às vezes consolidados, atingindo 40 m de espessura. Forneceram fósseis de Paranchilophus lusitanicus (equídeo). Estão atribuídos ao Bartoniano superior.

Antunes, M. T. (1975) - Iberosuchus, crocodile Sebeosuchien nouveau, l´Eocène ibérique au Nord de la Chaine Centrale et l´origine du canyon de Nazaré. Comun. Serv. Geol. de Portugal, Lisboa, t. LIX: 285-330.
Antunes, M. T. (1986) - Paralophiodon cf. leptorhynchum (tapiroidea, mammalia) à Vale Furado: contribution à la connaissance de l´éocène au Portugal. Ciências da Terra (UNL), Lisboa, 8: 87-98.
Antunes, M. T. (1995) - On the Eocene Equid (Mammalia) from Feligueira Grande, Portugal, Paranchilophus lusitanicus (Ginsburg, 1965). Taxonomic status, stratigraphic and paleogeographical meaning. Comun. Inst. Geol. e Mineiro, Lisboa, 81: 57-72..
Pena dos Reis, R. (1983) - A sedimentologia de depósitos continentais. Dois exemplos do Cretácico Superior - Miocénico de Portugal. Dissertação de Doutoramento, Univ. de Coimbra, 404 p.

Outros valores e sua justificação:

Observações:

FCT Uminho

Copyright 2014 Universidade do Minho