Património Geológico de Portugal

Inventário de geossítios de relevância nacional

Areeiro Zubareia

Categoria temática:Neotectónica em Portugal continental

Proponente(s):João Cabral, António Brum da Silveira

Contacto:jcabral@fc.ul.pt, antonio.brum@fc.ul.pt

Região:Alentejo

Município:Azambuja Freguesia:Azambuja

Área do Geossítio (aprox.):50000 m2

Coord. Geográficas:39.0816667,-8.8591667

Área de protecção:0 m2


Ver no Google Maps

Regime de propriedade:privado

Regime de protecção ambiental:
Incluído noutros regimes de protecção- em actualização

Avaliação quantitativa do valor científico (0-100):37.5

Avaliação quantitativa da vulnerabilidade (100-400):340

Justificação do valor científico:
A falha de Azambuja consiste na principal estrutura da região do Vale Inferior do Tejo apresentando evidências geomórficas e estratigráficas (em afloramento) de actividade tectónica Plio-Quaternária. A deformação produzida pela falha de Azambuja em sedimentos miocénicos e pliocénicos encontra-se bem exposta em diversas frentes de um areeiro pertencente à empresa Zubareia, localizado cerca de 1,5 km a N de Azambuja. Nos taludes deste areeiro é possível observar os sedimentos miocénicos e pliocénicos arenosos e argilosos flexurados e basculados para E, cortados por algumas falhas mesoscópicas (splay faults), a escarpa de falha resultante dos deslocamentos mais recentes, ocorridos provavelmente já no Quaternário, corresponde essencialmente a uma flexura, com as estruturas frágeis (falhas mesoscópicas) a atingirem a superfície topográfica no sector superior da vertente tectónica, as falhas apresentam, de um modo geral, inclinações acentuadas, com cinemática normal e inversa, de dip-slip, em estruturas subparalelas, sugerindo uma relação com upthrusting e, também, uma rotação de falhas subverticais por flexuração.

Outros valores e sua justificação:

Observações:

FCT Uminho

Copyright 2014 Universidade do Minho